Da Amazônia ao Pantanal: Dr. Wolfgang Juhannes Junk está entre os cientistas mais influentes do mundo

Inicio » Noticias » Reservas de agua disponibles desde las montañas hasta el mar » Ríos y lagos » Da Amazônia ao Pantanal: Dr. Wolfgang Juhannes Junk está entre os cientistas mais influentes do mundo
Noticias

O pesquisador Dr. Wolfgang Johannes Junk, líder científico do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Áreas Úmidas (INAU), e parceiro em trabalhos da Wetlands International Brasil e Mupan – Mulheres em Ação no Pantanal, foi eleito entre os 100 mil cientistas mais influentes do mundo.

Celebramos e felicitamos esse merecido reconhecimento, de uma trajetória liderada com generosidade e brilhantismo únicos, de um pesquisador que valoriza o diálogo com a sociedade e não hesita frente aos enormes desafios postos para a conservação das áreas úmidas no mundo.

Ele tem dedicado mais de cinco décadas de sua vida aos estudos dos biomas brasileiros a fim de contribuir com a preservação e o desenvolvimento sustentável do País. Áreas de natureza que mundo afora são vistas como verdadeiros santuários ecológicos, ricos pela diversidade em fauna, flora e recursos naturais.

O nome de Junk foi publicado pela conceituada revista científica Plos Biology, que divulgou um artigo no dia 16 de outubro, com a lista dos 100 mil cientistas mais influentes no mundo, em todas as áreas do saber.

Entre os seus trabalhos mais recentes que auxiliaram o professor ao fazer parte desse nobre grupo de cientistas está o “Sistema de Classificação e Delineamento das Áreas Úmidas e de seus Macrohabitats”, ferramenta para subsidiar a gestão das áreas úmidas, que foi recomendada pelo Conselho Nacional de Zonas Úmidas do Ministério do Meio Ambiente tendo sido adotado, com modificações, também na Colômbia.

Nascido na Alemanha, Junk chegou ao Brasil na década de 70. Aqui, morou por muitos anos no Estado do Amazonas, onde se dedicou a pesquisas voltadas a maior floresta tropical do mundo, a Amazônia. Já nesse período foi pioneiro na promoção do conhecimento ao implantar o curso de pós-graduação “Ecologia de Água Doce” no INPA – Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, no qual permanece como colaborador. Um marco para a época que trouxe grandes resultados científicos por meio de formação profissional e pesquisas desenvolvidas.

Contudo, sua dedicação ao meio ambiente não se restringiu à Floresta Amazônica. Imerso na biodiversidade brasileira, Junk também correu o país e fez pouso no Estado de Mato Grosso onde produziu relevantes serviços a sociedade através de pesquisas inovadoras dentro do INCT – Áreas Úmidas (INAU), da UFMT – Universidade Federal do Mato Grosso.

Os mais influentes do planeta

Conforme a publicação da Plos Biology, Professor Junk está entre no seleto grupo dos 30% de maior influência no planeta.  A lista foi elaborada a partir da base de dados Scopus, que atualiza a posição dos cientistas em dois rankings: o impacto de cada cientistas, com suas pesquisas, ao longo de toda a carreira e o impacto do pesquisador em um único ano, neste caso o ano de 2019. O Scopus é uma base de dados que contém mais de 70 milhões de registros científicos.

Pantanal: maior área úmida do globo

Com inúmeras publicações científicas e sempre apoiando espaços de diálogo e conhecimento recentemente, foi um dos autores do livro «Pantanal Às Margens da Lei: Panorama das Ameaças e Perspectivas para a Conservação».

A obra é fruto da primeira fase do Programa Corredor Azul, que reuniu os pesquisadores, doutores Carlos Teodoro José Hugueney Irigaray, Cátia Nunes da Cunha e o próprio Wolfgang Johannes Junk. Um esforço de compilar o conhecimento amplo sobre as questões legais envolvendo o Pantanal.

«Pantanal à Margem da Lei» é resultado da parceria entre a Wetlands International, Mupan – Mulheres em Ação no Pantanal, Centro de Pesquisa do Pantanal (CPP), Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia em Áreas Úmidas (INAU) e Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT).

Foi lançado oficialmente em 12 de novembro, data escolhida por ser o Dia do Pantanal, o livro “Pantanal à Margem da Lei” traz um panorama das ameaças ao Pantanal e as alternativas viáveis para sua conservação. Livro que, inclusive, está disponível para download gratuito.