Wetlands International Brasil e Mupan auxiliam em mais uma entrega de cestas básicas para no Território Indígena Kadiwéu

Inicio » Noticias » Reservas de agua disponibles desde las montañas hasta el mar » Ríos y lagos » Wetlands International Brasil e Mupan auxiliam em mais uma entrega de cestas básicas para no Território Indígena Kadiwéu
Noticias

As cestas foram enviadas até Miranda por meio do Instituto Ipedi mas não havia transporte para chegar até o Território Kadiwéu, localizado nos limites do município de Porto Murtinho. 

Devido ao cenário de isolamento social imposto pela pandemia de coronavírus e o grande número de incêndios que assolaram o Pantanal em 2020, a comunidade indígena que vive no Território Kadiwéu, localizado no município de Porto Murtinho (MS), enfrenta diversas dificuldades.  

Frente a essa situação a Wetlands International Brasil e a Mupan – Mulheres em Ação no Pantanal se uniram ao Ipedi (Instituto de Pesquisa da Diversidade Intercultural) para auxiliar na entrega de 210 cestas básicas destinadas à aldeia Alves de Barros, na tarde deste sábado (6). 

“Essas cestas vão ajudar bastante o nosso povo, tem gente aqui que precisa. Por conta da pandemia algumas famílias não estão conseguindo emprego, o fogo também atrapalhou bastante o nosso modo de vida, então toda ajuda é bem-vinda. Nós não pedimos, mas tem as pessoas que nos ofertam e a gente aceita por conta da necessidade”, pontua Ceriaco Ferraz, cacique da aldeia Alves de Barros. 

 

As cestas estavam há algum tempo em Miranda e por falta de transporte ainda não haviam chegado até eles. Nos últimos dias de janeiro o cacique entrou em contato com a coordenadora de assuntos indígenas e comunidades tradicionais da Wetlands Interntational Brasil, Lilian Ribeiro, e relatou a situação. 

“Temos uma parceria de longa data com a comunidade e lideranças Kadiwéu. Já trabalhamos juntos em ações ambientais e até mesmo com apoio emergencial de entrega de cestas no final do ano passado, então eles sabem que podem contar com a gente.  Faremos o que estiver ao nosso alcance para fortalecer ações que vá de encontro a melhoria e atendimento da comunidade. Após o pedido das lideranças e também da ABINK (Associação de Brigadistas Indígenas da Nação Kadiwéu) nos prontificamos de imediato ver como poderíamos auxiliar”, conta Lilian.  

Ela ressalta que esse tipo de ação fortalece a parceria entre o território e as duas instituições. “Ações emergenciais para eles é sempre de grande ajuda e nós sempre buscamos apoiar para que se fortaleça a gestão do território e também fomentar ainda mais nossa parceria para a continuidade dos projetos ambientais”, afirma. 

Nos próximos meses daremos continuidade em ações junto a eles, como: implantação de viveiros dentro do território, horta comunitária, recuperação de nascentes e áreas degradadas. 

Essa é a segunda ação emergencial apoiada pela Wetlands International Brasil e Mupan dentro do Território Kadiwéu nos últimos três meses. Em novembro, foi realizada a entrega de mais de 400 cestas nas 6 aldeias que existem lá.